terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Natal

Porque eu adoro as luzinhas nas árvores piscando.

Porque as pessoas mudam o jeito de olhar.

Porque as ruas ficam menos vazias e os lugares mais lotados.

Porque as pessoas se permitem pequenos luxos, extravagâncias, mimos.

Porque eu adoro Papai Noel de chocolate.

Porque me emociona a pureza das crianças que acreditam num velhinho de trenó distribuindo presentes.

Porque me acalma ver os adultos felizes em serem papais e mamães noéis.

Porque me acalenta pensar que alguns desejos de muitas pessoas vão se realizar.

Porque se pode ouvir músicas natalinas tocando por ai.

Porque os filmes de Hollywood ficam mais bonitos.

Porque o sorriso ocupa todos os rostos.

Porque em alguns lugares têm neve.

Porque eu gosto da ceia de Natal.

Porque eu adoro ganhar e dar presente.

Porque ouvir "I wish you a Marry Xmas" me deixa inebriadamente feliz.

Porque os cachorros passeiam nas ruas de gorrinho vermelho.

Porque todas as fantasias giram em torno do Natal (até as sexuais).

Porque me remete a bons momentos da minha vida.

Porque me permite passar bons momentos da minha vida.

Porque me faz esquecer o quão duro esteve meu peito nos últimos tempos.

Porque me faz querer cantar.

Porque me faz dançar.

Porque me faz partilhar.

Porque me faz inenarravelmente feliz.

É por isso que eu gosto tanto, tanto do Natal.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Coração

Coração da gente só fica direitinho quando transborda.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

E lá se foi

Escolheu (a dedo) o short mais confortável.

Sacudiu os cabelos, ainda molhados.

Vestiu um sorriso e foi viver.

O céu estava lindo!

domingo, 12 de dezembro de 2010

Meu eu em você

Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar.

Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu.

Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar, quando em meus braços você se acolher.

Eu sou o teu segredo mais oculto.

Teu desejo mais profundo, o teu querer.

Tua fome de prazer sem disfarçar, sou a fonte de alegria, sou o teu sonhar

Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia.

Sou o teu luar em plena luz do dia.

Sou tua pele, proteção, sou o teu calor.

Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor.

Eu sou tua saudade reprimida.

Sou o teu sangrar ao ver minha partida.

Sou o teu peito a apelar, gritar de dor, ao se ver ainda mais distante do meu amor.

Sou teu ego, tua alma.

Sou teu céu, o teu inferno a tua calma.

Eu sou teu tudo, sou teu nada.

Eu sou o teu mundo, sou teu poder, sou tua vida, sou meu eu em você.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Apenas uma pequena consideração

Eu acho barba um  charme!

sábado, 4 de dezembro de 2010