segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Felicidade

É muita a felicidade aqui dentro desse coração.

Transborda aqui dentro de mim.

E eu adoro!!
É preciso entender as artimanhas do tempo:

a hora certa sempre chega.

Delírio

Apesar de todos os medos, escolho a ousadia.

Apesar dos ferros, construo a dura liberdade.


Prefiro o novo à comodidade, a fantasia à realidade, um par de asas tortas aos limites da comprovação e da segurança.

Eu sou assim.

A que traça o contorno que eu mesmo hei de romper.


Eu quero o delírio.

domingo, 27 de fevereiro de 2011