domingo, 25 de novembro de 2012

Pedido

* Postei antes, mas vale repetir hoje.

Agora que aprendeste a incendiar-me e me adivinhas inteira dentro do vestido. 

Agora que invadiste a sala e o chão de minha casa.

Agora que fechaste a porta e me calaste com teus lábios e língua. 

Peço-te afoitamente que me faças assim.

Ínfima e sagrada. 

Muito mais pornográfica do que lírica. 

Muito mais profana do que tântrica. 

Muito mais vadia do que tua.

Nós

Nós somos iguais em vertentes diferentes.

Ele sou eu dark.

Eu sou ele certinha.

Chega uma hora que só o querer não é suficiente. Que o meio lugar comum é importante. 

E que não dá pra continuar junto por muito tempo, porque não sobra mais nada.

Além do tesão entre os dois que, ao que parece, será eterno.

domingo, 4 de novembro de 2012

Não é falta de tempo. É falta de interesse. 

Porque quando a gente quer, madrugada vira dia. Quarta-feira vira sábado. Intervalo vira oportunidade. 

E a única desculpa pra tudo isso é "estou com saudade".

quinta-feira, 1 de novembro de 2012