quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Porque

Porque a voz dele

Me toca feito as mãos.

E as mãos dele

Me envolvem feito fábulas.

E as duas, quando passeiam em mim,

Desabotoam meus mais descomportados comportamentos.

E minhas mais mal-comportadas palavras.