domingo, 8 de dezembro de 2013

Qual o nome?

Qual é o verbo do prazer? Qual é o verbo do tesão? Qual o verbo da vontade do toque, do cheiro e do gosto do outro?

Como se chama a palavra que não existe e que quase sai da boca na hora do auge do prazer da carne?

Qual é a língua que o nosso pensamento usa para traduzir o prazer do momento no sexo quando o corpo está em absoluta concentração na busca pelo alívio no gozo?

A palavra conjugada, que sempre vem do pensamento, pode ser tantas, que chega a não existir.

Já o tesão, este começa e se encerra na carne. No beijo, no contato da pele, na consumação.

 Os músculos contraem e relaxam, como o período do entardecer do dia que vira noite, como o amanhecer na escuridão clareia aos poucos e faz com que o dia nasça satisfeito e pronto para enfrentar mais um ciclo de vida.

Renovado, relaxado e satisfeito.

Nenhum comentário: